Email Marketing Ame-o ou bloqueio?

Categoria: Comportamento Web, Marketing, Web.

Na internet uma das melhores ferramentas de divulgação de um produto, depois do boca a boca claro, são os e-mails markenting. Eles são geralmente disparados para usuários cadastrados ou não em um site, oferecendo serviços e ofertas, porém causam certo desconforto aos usuários em geral.

Outro dia vi uma postagem do meu amigo Sergio (sócio proprietário da empresa AD.Dialeto | Engagement & Performance) que dizia assim:

“Eu curto receber e-mail marketing, mas fico puto quando o assunto não tem nada a ver com o conteúdo. E as ofertas incríveis da semana são as mesmas que recebi na semana passada com o mesmo preço e promoção mudando apenas a arte. Depois reclamam das bases e das conversões.”

E pensei muito em dar a resposta, que por sinal virou esta postagem. E acabei concordando com meu amigo Wesley Adão, quando disse que as pessoas menosprezam este tipo de serviço, levando uma ferramenta de grande alcance, se tornar uma ferramenta de poluição virtual.

Aqui mostro alguns dos fatores que levam a este problema:

  • Falta de filtro, onde já se viu uma mulher receber uma promoção de ferramentas, sem ela estar vinculada a uma data especifica como dia dos pais, totalmente fora da sazonalidade do mercado, ou um homem receber catalogo de roupas femininas;
  • Profissionais que pela falta de um banco de dados com informações de clientes da empresa, compram catálogos de endereços de e-mail reais, para poder distribuir os e-mails sem a assinatura do usuário proprietário da conta;
  • E-MAILS muito bonitos, porém muito pesados causando irritação dos usuários. Ou e-mail mal construídos com links que não levam a lugar algum, outros com imagens destorcidas;
  • Preços “maravilhosos”.  Sim vou citar um exemplo que aconteceu comigo, um dia comprei a coleção do Senhor dos Anéis (DVD) versão estendida, pelo Submarino no valor de R$ 81,00, dias após minha compra recebi um e-mail dizendo de uma super promoção do mesmo box, por R$113,00 , depois baixaram para R$89,00 e hoje está a R$129,90. Agora alguém me explica onde esta a super oferta?
  • E quando vocês se cadastram em uma Newsletter e em vez de receber noticias de uma determinada empresa, acabam mais recebendo spam, que qualquer outra coisa? Fala se não é pra se sentir um idiota!
  • Fora a grande quantidade de e-mail de invasão disfarçada de e-mails comerciais, que após apenas um click, você ganha uma dor de cabeça que pode custar caro;

Ai chega a hora de vender para o cliente a ideia do e-mail marketing, e o que vem a cabeça dele? VAMOS DISPARAR VÁRIOS E-MAILS PRA VENDER MAIS!

 Ahhhh… ERRADO! Não é disparando um monte de e-mails que vão vender mais, ao contrario vão ganhar uma rejeição maior pelo produto oferecido ou pela marca.

Então vamos pensar em boas praticas para disparo de e-mail marketing:

  • Imagens com qualidade média (aproximadamente de 80% a 60% da qualidade original);
  • Procurar usar textos que falem direto com o cliente, sem letras pequenas, com poucas observações;
  • Textos transformados em imagem não são bons só sobrecarregam ainda mais o peso do e-mail, se possível for fuja deste tipo de pratica;
  • Ao programador, procure usar apenas o html puro, fuja sempre que possível do uso do css, pois nem todos os e-mails reconhecem o css, porém algumas vezes seu uso se faz necessário;
  • Procure fugir de palavra como promoção, venda entre outras que sempre levam o e-mail a caixa de spam;
  • Quanto mais, melhor? Não funciona, procure trabalhar com coisas sazonais, para que as pessoas esperem pelo e-mail, em vez de reclamar que é mais um;
  • Antes de um disparo procure validar em todos os tipos de e-mail mais acessados, para ter a certeza que você esta mandando algo de qualidade ao cliente;
  • Todos gostam quando o seu aniversario, data de cadastro, gostos pessoais pesquisados pela empresa, são lembrados na hora de receber um e-mail, mas também não vale descontinho de 5% né gente;
  • Filtrar o publico de usuários que irão receber os e-mails, facilita muito a aproximação com o grupo de usuários desejados pela empresa;
  • Procure mostrar realmente produtos em oferta, pois produtos que oscilam de preço em todo o e-mail marketing mostra o desespero da empresa em se livrar do produto a qualquer custo;
  • Evite a pratica ilegal de compra de informações, pois ela não leva a boas vendas, deixe o usuário procurar os serviços de Newsletter da sua empresa, para ai sim você oferecer este serviço;

Procure oferecer aos seus clientes e usuários sempre o melhor serviço, procure seguir algumas destas dicas passadas a pessoa contratante, para que ela consiga crescer e aumentar o número de clientes, em vez de ter um dos melhores meios de divulgação, de produtos e serviços, bloqueados pelo usuário final.



Tags: , , , , , , ,


Comentário: 2 Comentários


 

 

Design Apple x Design Microsoft [recordando…]

Categoria: Design, Marketing.

Eu vi um vídeo no site, Mulher Design, ele retrata o que aconteceria se a Microsoft cuidasse do Design da embalagem dos produtos da Apple, ele é muito engraçado, mas mostra uma realidade a poluição visual que a Microsoft coloca na embalagem de seus produtos e no site de seus produtos, é claro que todo produto tem que mostrar suas especificações, mas não deve ser de forma exagerada e nem também de forma muito simples, somente o necessário.
Com o Vista e outros produtos, que estão lançando atualmente a embalagem está mais limpa só com as informações necessárias, mas mesmo assim ainda os sites e os softwares a usabilidade dele é muito pouca (alguém achou de primeira uma calculadora no Vista sem mudar ele pro estilo clássico do Windows).
Realmente a Microsoft está aprendendo com as concorrentes que um bom design e a chave de uma boa venda, porém ainda precisa melhorar a usabilidade de seus produtos, já que são os mais consumidos no mundo.

Leiam a matéria falando sobre usabilidade e Apple: Transparência e design afetivo do site Usabilidoido



Tags: , , ,


Comentário: Sem Comentários


 

 

Blogs, esmaltes e mulheres

Categoria: Comportamento Web, Marketing, Redes Socias.

As empresas de cosméticos passaram a investir pesado no publico on-line gastando pouco e tendo muito retorno. Você pode se perguntar como? Simples, eles enviam amostras de seus produtos para blogs femininos que falam sobre cosméticos, para que as proprietárias do blog falem a respeito dos produtos. É claro que não são só essas empresas que estão investindo neste tipo de marketing, mas são uma das quem tem obtido mais resultados.

Um exemplo é esta febre de esmaltes que tomou conta do mercado de cosméticos, marcas como a Impala, Risque, Colorama, Avon, Orly, a marca Ana Hickmann, entre outras, tem investido muito neste tipo de divulgação o que anda provocando falta de determinadas cores de esmalte no  mercado. Este tipo de marketing tem proporcionado um retorno imediato nas vendas, já que o consumidor vê como funciona o produto e já recebe a opinião de quem experimentou o produto, claro o que facilita na venda do produto ou a rejeição dele.

Este tipo de divulgação tem sido mais eficaz do que as revistas especializadas, já que a pessoa acompanha esses tipos de blog cria um ciclo de confiança maior que os blogueiros, pelo tipo de linguagem que é tratado os textos. Fora que as fotos que geralmente fazem parte deste tipo de blog, quase não recebem tratamento o que ajuda e muito o usuário final ver o resultado do produto.

E a tendência é de aumentar este tipo de divulgação de produtos, que já vem tendo sucesso, graças à infinidade de blogs que falam sobre diversos produtos e que tem parcerias com empresas (celulares, livros, cosméticos, roupas, sapatos, tecnologia…).



Tags: , , , , , , , ,


Comentário: Sem Comentários


 

 

É complicado ser original

Categoria: Comportamento Web, Marketing.

Original?Quanto tempo não posto não é verdade, por isso aproveitei pra matar a saudade do blog e de quem o lê. Mas vamos deixar de #mimimi e vamos pro que interessa…

Quando alguém chega à sua agência e diz “EU TENHO UMA IDEIA ORIGINAL”, será que ela é tão original assim? Pensem comigo quando falam pra você “Tive uma ideia e se distribuíssemos brindes aos participantes do evento?”, pense qual evento, show e afins é que não dá brinde, quem nunca foi num evento, num show, ou até numa bienal e não saiu com algo nas mãos mesmo que seja um papel com desconto pra compras.

Outro bom exemplo “Vamos explorar todas as redes sociais que existem na nossa promoção”, tá esse é um ponto que chega até ser chato, pois depois que acaba a promoção o usuário tem que se livrar de todos os spam que ela gerou, isso quer dizer irrita o usuário final.

Exemplo claro da “originalidade” é propaganda de cerveja, TODA A PROPAGANDA DE CERVEJA VAI TER MULHERES DE BIQUINI OU COM ROUPAS QUE EXPOEM O CORPO DA MODELO. É difícil ver a cerveja ser tratada como um produto sem apelo sexual.

E muitas vezes de quem é a culpa desta “originalidade”, O CLIENTE, não dessa vez não é só o cliente, muitas vezes a falta de ideia ajuda a organizar a campanha de forma “original”. São verdade muitas vezes por causa da pressão do trabalho tentamos reinventar a roda e ainda a vendemos como original.

Feliz nessa historia toda é o cara que realmente é original e lança a ideia primeira, pena que nem sempre quem lança a ideia primeiro, é o felizardo a faturar com ela. Bom exemplo, são os filmes que falavam de touch e 3D, na tela se inventava truques de câmera pra mostrar como funcionariam, bem hoje temos o iPod e outros touchs e a tecnologia 3D  ao nosso alcance.

Outros bons exemplos são os novos métodos de venda, um exemplo locadora de filmes o cara que inventou deve ter ganhado uma boa grana no começo, mas foi só surgir os concorrentes que nada mudou e pouco se melhorou.

Ser original não é fácil, ter ideias inovadoras é um desafio, mas parabéns a quem consegue ser assim ou ter ideias assim.



Tags: , , , , , , ,


Comentário: Sem Comentários